sábado, 14 de março de 2009

O poder do amor


O dia amanheceu triste , uma garoa fina molhava o chão por onde eu passava , mas não estava frio .
Como todos os dias fui ao trabalho ( ultimamente meio contra a vontade, pois me sinto ludibriada ).
Pelo menos fui sentada ( o que é raro ! ) , acabei de ler um livro ( que depois contarei as minhas conclusões sobre ele ).
É um martírio não concordar com a situação e não poder fazer nada para melhorar ...
No trabalho está assim , não me dou bem com a supervisora e para acabar com o bom humor a minha " colega de mesa" ( de quem vou herdar a função ) não está nem ai pra me ajudar , fica jogando piadas insuportáveis e ontem foi a gota que faltava .
Sai com a imensa vontade de não voltar mais ( dei graças a Deus que era sexta-feira e teria o fim de semana para pensar melhor ).
Voltando começou a chover forte ; não gosto quando durante uma chuva as pessoas fecham todas as janelas do ónibus ficando sufocante o ar . Mantive a janela entreaberta ( o suficiente para não me molhar e não acabar com o ar fresco que entrava ) , até que veio um casal que não se importou comigo e escancarou a janela .
Ainda bem que já estava quase no ponto final e para não arranjar briga desnecessária sai do meu lugar . Já estava a ponto de explodir com todos aqueles pensamento dentro de mim , tudo que iria falar para a supervisora , jogar tudo para o alto , não precisava de um estopin .
Entrei no outro ónibus ( podem acreditar : são dois pra ir e voltar todos os dias ) , sentei la no fundo , no banco mais escondido , fiquei lá toda encolhida , querendo não ser enxergada por ninguém ....
Foi ai que aconteceu .... havia somente um banco ao meu lado e um casal ...
Ele sentou-se e ela em seu colo ...
Ela me olhou com um brilho tão imenso nos olhos , um sorriso nos lábios de quem pedia desculpas por incomodar . Ele por sua vez fez o mesmo ...
Para distrair a mente comecei a mexer no celular , ele olhava o que eu fazia ( as minhas fotos , jogos ) e ela nem se importou , fez um comentário para ele parar , mas sem brigar ( deu pra sentir que era para não me deixar sem graça ).
E eles ficaram ali , não houve beijos exagerados , carinhos exuberantes ou declarações publicas de amor , mas deu pra ver o carinho que um tem pelo outro .
Um amor que saía pelos poros , exalava da alma , contagiando ....
Foi como magica e quando me dei conta não estava mais angustiada , a calma foi se apoderando de mim e fiquei em paz . Nem sei como aconteceu , mas em pouco tempo eu já estava sorrindo .
Meus pensamentos ruins foram se esvaindo e eu consegui ate lembrar que segunda-feira é meu aniversario .
Quando me sentia melhor ele se levantaram , deram o sinal e desceram .
Cheguei em casa como se nada de ruim tivesse acontecido e por incrível que pareça a noite foi diferente das outras : não houve briga , não houve discussão .

Um amor de verdade pode transformar as pessoas : de quem sente este amor e das pessoas que tem contato com ele .

7 comentários:

suenny disse...

Karamba DRy,que lindo!!!
Impressionante como as coisas acontecem e vc sabe contar histórias mto bem...faz de um geito que chame a atenção da pessoa que tah lendo!!!
ótima post!mto expressiva!!!
xau
bju da Su.N...

Kenia disse...

obrigado pelo selo linda! Eu demorei a pegar porque estava sem computador! mas agora ja esta la no meu blog! Muito obrigada! Me sinto lisongeada!

Kenia disse...

vou colocar durante a semana, que dizer, estou com um problema para postar agora! mas com certeza vou colocar! obrigado!

Kenia disse...

muito obrigado!

Gabriel disse...

Hoje é segunda, é mesmo teu aniversário? Se for MEUS PARABÉNS, e que Deus te der tudo de bom.

Nossa e que dia heim? No final, o amor curou tudo, sempre me impressiono com isso.

Deixei um selinho pra ti lá no meu blog, fica como meu presente, dps dah uma olhadinha lá =]

charleauxzinha disse...

Adoreiiiiiii seu blog!!!

Está de PARABÉNS

vou segui-lo!!!

beijos lindaaaaa...

^^

charleauxzinha disse...

hááá...se kizer, da uma passadinha no meu e vê se gosta

;)